19/06/2023 às 15h07min - Atualizada em 19/06/2023 às 15h07min

'Descarregou o fuzil', diz marido de mulher morta em blitz da PRF

O agente Thiago da Silva foi preso pela morte de Anne Caroline Nascimento

Redação
Foto: Arquivo pessoal
O coletor de óleo, Alexandre Roberto Ribeiro Mello, de 32 anos, disse que os agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que atiraram contra o seu carro durante uma abordagem na Rodovia Washington Luiz, no sábado (17), foram responsáveis pela morte de sua esposa, Anne Caroline Nascimento Silva. Segundo Alexandre, ela foi assassinada.

"Foi um assassinato. Ele descarregou o fuzil todo no carro. Os furos estão lá, os tiros estão todos no meu carro. (...) Foi execução", disse Alexandre.

"Minha esposa faleceu, ela não volta mais. Eu quero justiça contra ele. Eu vou até o final para ele ter a justiça merecida. Errou tem que pagar, matou tem que ser preso", completou.

O agente Thiago da Silva de Sá chegou a ser preso no domingo (18), mas foi liberado após passar pela audiência de custódia na Justiça Federal.

O episódio aconteceu por volta das 22h de sábado (17) na pista sentido Rio de Janeiro da BR-040, na altura da alça de acesso para a Linha Vermelha, no limite de Duque de Caxias. Após ser baleada, Anne foi levada para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha, mas não resistiu e morreu. Ela era estudante de enfermagem e trabalhava vendendo celulares.

A família de Anne diz que o carro onde a jovem estava, ao lado do marido, Alexandre, parou na abordagem, mas que os agentes federais atiraram. Segundo a PRF, o agente atirou após o carro onde estava Alexandre e Anne não ter obedecido uma ordem de parada.

Fonte: G1

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://maiscampos.com.br/.